publicado em 09/02/2021 às 14h00
Fatores decisivos na reta final da preparação para o XXXII Exame de Ordem

No dia 21 de fevereiro o Jus21 aplicará o seu primeiro simulado para a prova do XXXII Exame de Ordem. Será o momento perfeito para avaliar se as correções e ajustes impostos ao longo da preparação funcionaram e se o grau de preparo está no nível certo.

E qual é o nível certo? Sempre, é claro, acima dos 40 pontos!

A lógica dos simulados segue uma sequência evolutiva, estruturada para efetivamente auxiliá-los.

Simulados para o XXXII Exame:

1º simulado: diagnóstico inicial e mensuração do nível inicial de preparo do examinando;

2º simulado: identificação da evolução após o diagnóstico inicial e delimitação das deficiências. Análise de desempenho e evolução;

3º simulado: análise consistente da evolução desde o início. Momento decisivo para correção de rota

4º simulado: Avaliação das mundaças implementadas a partir do 3º simulado

5º simulado: avaliação final pré-prova, quando então o quadro real de preparação é apresentado.

Observem um fator de EXTREMA RELEVÂNCIA na preparação para a OAB:

Nesta reta final de preparação um indício muito forte de que a aprovação é possível está na CONSTÂNCIA de desempenho em simulados e resolução de provas passadas.

Cadastro simultâneo no MEGA Simulado e na MEGA Revisão - Online e gratuitos

Essa constância caracteriza-se, especificamente, com a capacidade de se acertar sempre acima dos 40 pontos em qualquer simulado feito.

Trata-se sempre de uma avaliação por amostragem, em que a submissão a diferentes provas, com desempenho satisfatório, permite que, valendo-se de um raciocínio por indução, construir a certeza de que a preparação está no patamar adequado.

A estabilidade na nota, sempre acima dos 40 pontos, demonstra que o candidato atingiu um certo nível de maturidade em sua preparação, e com isso o futuro desempenho na prova objetiva tende a emular o desempenho obtido nos próprios simulados.

A estabilidade de desempenho reflete um domínio genérico sobre o conteúdo até agora estudado.

Isso produz dois impactos relevantes:

1 - O primeiro é que o candidato pode intensificar a preparação para aumentar sua nota, mas já seguro de que de fato está relativamente bem preparado;

2 - O segundo é que psicológico reage a este tipo de constatação, aumentando a confiança e reduzindo a ansiedade. Isso permite sempre uma otimização da preparação.

Ou seja: o próximo simulado já demonstrará, após um bom tempo de estudos para a prova, o LASTRO que o candidato possui.

Após o quarto simulado teremos, claro, o quinto, quando então surgirá o momento de construir certezas, ao menos no plano hipotético. Estou falando, claro, da certeza da aprovação!

E é possível construir essa certeza?

Sim! E isso já foi testado bem mais de uma vez na prática.

Mas sobre isto falarei quando formos aplicar o nosso 5º e último simulado.

Lembrando que o 4º simulado, desta vez, será aberto a todos! Ele é online e o gabarito é publicado imediatamente!

Anotem na agendinha: No dia 21 teremos o 1º simulado do Jus21!



FIQUE POR DENTRO
RECOMENDAÇÕES DO BLOG

Cursos, Treinamentos & Produtos

11 ANOS DO
BLOG EXAME DE ORDEM