Mega Revisão Jus21

Uma revisão sem igual para vocês fazerem bonito na prova da OAB!

publicado em 01/11/2018 às 11h15
Sérgio Moro aceita convite para comandar superministério da Justiça de Bolsonaro

Acabou de ser noticiado na mídia que o Juiz federal Sergio Moro, responsável ações penais da Operação Lava Jato em Curitiba, aceitou o convite e será o futuro ministro da Justiça do governo Jair Bolsonaro.

O juiz teve um encontro hoje pela manhã com o presidente eleito e, depois de deixar a residência, divulgou uma nota para dizer que se sente honrado com o convite e que pretende, como ministro, consolidar os avanços contra o crime e a corrupção.

"Fui convidado pelo Sr. Presidente eleito para ser nomeado Ministro da Justiça e da Segurança Pública na próxima gestão. Após reunião pessoal na qual foram discutidas políticas para a pasta, aceitei o honrado convite.

Fiz com certo pesar pois terei que abandonar 22 anos de magistratura. No entanto, a perspectiva de implementar uma forte agenda anticorrupção e anticrime organizado, com respeito a Constituição, a lei e aos direitos, levaram-me a tomar esta decisão.

Na prática, significa consolidar os avanços contra o crime e a corrupção dos últimos anos e afastar riscos de retrocessos por um bem maior. A Operação Lava Jato seguira em Curitiba com os valorosos juízes locais. De todo modo, para evitar controvérsias desnecessárias, devo desde logo afastar-me de novas audiências.

Na próxima semana, concederei entrevista coletiva com maiores detalhes.

Curitiba, 01 de novembro de 2018. Sergio Fernando Moro"

Sérgio Moro acabou de deixar a casa do presidente eleito e não comentou com a imprensa nenhum detalhe de sua reunião. O futuro Ministério da Justiça englobará também as áreas de segurança e de combate à corrupção.

O encontro com Bolsonaro durou aproximadamente 1h30.

Com informações do Estadão e Folha de São Paulo.



Cursos, Treinamentos & Produtos

11 ANOS DO
BLOG EXAME DE ORDEM