publicado em 01/12/2020 às 09h52
Prefeito de Maringá pode não autorizar prova da OAB no domingo

O atual prefeito da cidade de Maringá/PR, Ulisses Maia, em resposta aos questionamentos de candidatos no Twitter, disse que era provável que a prefeitura não autorizasse a aplicação da 2ª fase do Exame de Ordem no próximo domingo.

OAB divulga hoje os locais de prova da 2ª fase

Este é o primeiro obstáculo sério que o retorno do Exame de Ordem está enfrentando.

De fato, a cidade de Maringá tem enfrentado um surto grande do COVID-19.

G1 - Em novo decreto, prefeitura impõe horário para comércio e Lei Seca a partir das 17h para conter Covid-19 em Maringá

Confiram a publicação:

Agora vamos ver o que vai acontecer. Ou a Ordem convence o prefeito a deixar a prova ocorrer, ou transfere os candidatos para uma outra cidade próxima ou cancela a prova na cidade e transfere os canddiatos para o XXXII Exame de Ordem.

Situação complicada.

Acredito que os candidatos, ao menos, estariam dispostos a se deslocar para uma outra localidade caso a prefeitura de Maringá bata o pé e proiba a prova.

Dadas as circunstâncias, seria uma boa solução.

Mas a melhor solução mesmo seria a OAB tentar convencer o prefeito a deixar a prova acontecer.

A Ordem apresentou um forte esquema de segurança para o retorno da prova e isso não pode ser ignorado.

OAB impõe forte rigor sanitário no retorno do Exame de Ordem

Vou acompanhar os desdobramentos



FIQUE POR DENTRO
RECOMENDAÇÕES DO BLOG

Cursos, Treinamentos & Produtos

11 ANOS DO
BLOG EXAME DE ORDEM